segunda-feira, 22 de maio de 2017

SP: Oficina de Pintura com café, com Débora Santos, comemora os mês das mães, em Mogi das Cruzes (27/05)


A data de comemoração do Dia das Mães já passou, mas este mês é tão especial que no dia 27 de maio, às 9h30 a artista plástica Débora Santos estará na Academia Acqua Master Treiner, unidade do Mogilar apresentando a Oficina de Pintura com Café. No evento a artista trabalhará alguns desenhos e a técnica com as mães e as crianças.

Para participar, basta fazer a inscrição na academia até o dia 25. A inscrição custa R$ 10. A Academia Acqua Master Treiner fica na Rua Delphino Alves Gregório 755 - Mogi das Cruzes - SP. Telefone: 11 4791-3592 / 4791-3359. Conheça o trabalho de Débora Santos: www.pintandocomcafe.com.br




Fotos: Divulgação.

Grátis: Exposição resgata a história do Morro da Providência e revela sua ligação com Canudos, no BNDES (Até 14/07)


Tão marcantes na paisagem carioca, as favelas guardam ricas memórias, muitas vezes desconhecidas da maioria dos moradores do Rio. A exposição fotográfica ‘Morro da Favela à Providência de Canudos’, que será exibida no Espaço Cultural BNDES, no Centro, a partir do dia 24 de maio, se propõe a contar uma dessas histórias: a origem da primeira favela do Brasil, o Morro da Providência, que completa 120 anos em 2017, e sua ligação com a Guerra de Canudos, que ocorreu na Bahia, entre novembro de 1896 e outubro de 1897. O material é fruto do trabalho do fotógrafo autodidata nascido e criado na Providência, Maurício Hora.

A formação do Morro da Favela, atual Morro da Providência, teve início no fim de 1897, com o retorno de ex-combatentes de Canudos ao Rio. A Guerra de Canudos envolveu, de um lado, os habitantes do Arraial de Canudos, na maioria jagunços, sertanejos pobres e miseráveis, e fanáticos religiosos liderados pelo beato Antônio Conselheiro. Do outro lado, as tropas do governo baiano com apoio de soldados do Exército enviados da capital federal.

O sangrento combate terminou com a destruição total de Canudos, a degola de muitos prisioneiros de guerra e o incêndio de todas as casas do arraial. Os soldados que sobreviveram foram trazidos para o Rio. Sem apoio, improvisaram alojamentos na encosta do morro localizado nos arredores do Saco dos Alferes, na área lateral à Central do Brasil. Ali, iniciaram o povoamento que ficaria conhecido comoMorro da Favela – uma referência tanto ao morro de mesmo nome existente em Canudos e usado para atacar o vilarejo durante a guerra, quanto ao arbust"Faveleira"(Cnidoscolusquercifloius), bastante comum no sertão baiano.

Não se sabe ao certo quando foi que o morro começou a ser chamado de Providência. Tal classificação passou a ser difundida oralmente pelos moradores e, a partir da década de 1930, encontram-se registros nos documentos oficiais da cidade. Maurício Hora conta que começou a desenvolver o projeto em 2013, quando dois acontecimentos fizeram com que as histórias de Canudos e do Morro da Providência se entrelaçassem novamente:

De um lado, a seca rigorosa que se estendeu pelo sertão baiano fez reduzir o nível de água do açude construído em cima do antigo vilarejo de Antônio Conselheiro, trazendo à tona as ruínas do cenário da guerra; de outro lado, as obras de revitalização da Zona Portuária carioca rasgaram as ruas e o cotidiano da favela e dos bairros de seu entorno, tornando ainda mais vulnerável a vida por ali”, resume.

O trabalho pode ser conferido até o dia 14 de julho, de segunda a sexta, das 10h às 19h, no Espaço Cultural BNDES. “As fotos privilegiam pessoas comuns em suas rotinas, cenários típicos do cotidiano dos moradores locais (da favela e de Canudos), os aspectos da seca e da vida no sertão baiano contrapostos à realidade da favela carioca urbana”, comenta.




Ficha técnica: 

Fotografia: Maurício Hora
Curadoria: Bruna Azevêdo
Pesquisa e Produção textual:
- Luiz Carlos Torres (Historiador)
- Flávia Carolina da Costa (Antropóloga)
Assessoria Acadêmica: Julia Santos Cossermelli de Andrade (Geógrafa-UERJ)


Serviço: Morro da Favela à Providência de Canudos. Espaço Cultural BNDES - Av. República do Chile, 100 - Centro, Rio de Janeiro (próximo ao metrô Carioca). Segunda a sexta-feira (De 24/05 até 14/07/17), das 10h às 19h – exceto feriados.Visitas guiadas de segunda a sexta às 12h30; quartas e quintas às 18h15. Entrada franca. Informações: www.bndes.gov.br/espacobndes

Fotos: Maurício Hora / Divulgação.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Grátis: Shopping Bay Market apresenta o teatro de bonecos com a peça ‘É o Bicho!’, em Niterói (21/05)


No dia 21 de maio, domingo, o Shopping Bay Market apresenta o teatro de bonecos com a peça ‘É o Bicho!’,  a partir das 15h. O espetáculo é produzido pela Fanfarra Produções, com um cenário que retrata a natureza. A ação é gratuita e será realizada na Praça de Alimentação. 

Sinopse: Um vigarista se disfarça de turista e vai à floresta conhecer os bichos artistas. Sua intenção é capturar o melhor artista em sua jaula. Desta forma, faz amizade com um sapo cantor e assiste a vários números onde se apresentam o rato astronauta, o coelho à jato, as lemas amestradas, o elefante bombeiro, o macaco e o leão repentista e muitas outras atrações.  Mas ele próprio acaba preso em sua jaula, vítima do jacaré Malandro, que descobre sua trama. A direção é de Heleno Hauer.

Serviço: ‘É o Bicho’. Shopping Bay Market. Av. Visconde do Rio Branco, 360 – Centro Niterói/RJ. Domingo dia 21 de maio, a partir das 15h. Entrada Franca. Duração: 45 minutos. Informações: (21) 2620-2330.

Foto: Divulgação.


terça-feira, 16 de maio de 2017

SP: Cisne Negro Cia de Dança faz apresentação beneficente para a ONG Horas da Vida (20/05)

Espetáculo "Vem Dançar" tem única apresentação em São Paulo com participação especial da bailarina Ana Botafogo


Foto: Tomas Kolisch Jr

São Paulo, SP. O Instituto Horas da Vida, em parceria com a Sandoz, divisão do Grupo Novartis para genéricos e biossimilares, traz o espetáculo "Vem Dançar" produzido pela Cisne Negro Cia de Dança, em única apresentação, 20 de maio, no Teatro Hebraica, em Pinheiros, SP. Aclamado pela crítica, o grupo apresenta um dinâmico e divertido musical - social, histórico e cultural, no qual bailarinos contam, dançando e cantando, a história da dança pelo tempo, tendo como mestre de cerimônia o Rei Luís XIV.

No palco, ao lado de 14 bailarinos, está o personagem Rei Sol, como era conhecido Luís XIV. Responsável pela divulgação massiva do balé no mundo, o rei da França, no século XVII, tinha esse apelido porque, artista, ele só se apresentava depois do pôr do sol.

Foto: Tomas Kolisch Jr
Do clássico ao samba, o espetáculo é fruto de mais de dois anos de trabalho, visto por mais de 150 mil pessoas. Além de assistir a uma bela apresentação, considerada como porta de entrada ao mundo da dança, o público terá a oportunidade de contribuir para um trabalho humanizado feito por mais de 1800 voluntários, os quais já realizaram mais de 14 mil atendimentos gratuitos para pessoas com dificuldade ou sem acesso ao sistema de saúde.

O evento no Dia Nacional do Genérico reforça a importância de levar acesso à saúde para pessoas por meio de medicamentos e serviços de qualidade. Essa atitude é fundamental em um mundo em que parte significativa da população ainda não tem acesso a medicamentos básicos, bem como conhecimento sobre prevenção e tratamento de doenças. O acesso está no DNA da Sandoz”, afirma André Brázay, diretor geral da Sandoz no Brasil.

Confirme sua presença no evento: www.facebook.com/events/1840155036201328/

Serviço: Vem Dançar - Cisne Negro Cia de Dança. Teatro Hebraica. R. Hungria, 1000, Pinheiros, São Paulo/SP. Sábado, dia 20 de maio, às 21h. R$ 100. Capacidade: 523 lugares. Duração: 60 min. Infomações: 11 3818-8800.


TV: filósofo, historiador e professor Leandro Karnal revela um de seus medos, no Face a Face (16/05)

Atração é exibida pelo Bandnews e comandada por Adriane Galisteu



O Face a Face, apresentado por Adriane Galisteu, exibe, hoje (16/5), continuação da entrevista especial com Leandro Karnal, historiador, professor, filósofo e um dos palestrantes mais requisitados do país. É a primeira vez que a entrevista será apresentada em duas partes.

Na segunda entrevista, o professor, considerado um dos novos “pensadores pop” da atualidade, falou da ética no Brasil. “Nunca houve tanta punição por desvio ético e tanta gente poderosa na cadeia. Começamos uma verdadeira limpeza histórica. Estamos repensando o Brasil”, declarou.

Karnal revelou ainda que tem vários medos e um deles é o de perder a visão. “Isso me assusta muito e me causa pesadelos”. Durante o bate-papo, ele também falou da relação com os livros, casamento, traição e culpa. “A culpa é universal e faz parte de nossa cultura. Todos vivemos culpados e dialogamos com fantasmas construídos”.

O Face a Face é exibido às terças-feiras, às 22h, com reprises aos sábados, às 22h30, e na madrugada de domingo para segunda, às 3h30, na Bandnews TV, canais 77 da NET, 51 da Vivo TV e 107 da Sky.

Fotos: Divulgação

quarta-feira, 10 de maio de 2017

RJ: Edu Lobo, Mauro Senise e Romero Lubambo lançam o CD "Dos Navegantes" na Sala Cecília Meireles, na Lapa (13/05)


A Sala Cecília Meireles  apresenta sábado, dia 13 de maio a partir das 20 horas, dentro da série Sala Jazz, os artistas Edu Lobo, Mauro Senise e Romero Lubambo, no lançamento do CD Dos Navegantes (Biscoito Fino), com obras de Edu Lobo. Participação especial de Cristóvão Bastos (piano), Bruno Aguilar (contrabaixo) e Mingo Araújo (percussão).

Encontro de um dos maiores compositores brasileiros, Edu Lobo, com dois dos mais destacados instrumentistas do país, o saxofonista e flautista Mauro Senise e o violonista Romero Lubambo, este é o espetáculo de lançamento do CD “Dos navegantes”, com composições pouco conhecidas, além de uma inédita, do mestre Edu

Romero Lubambo é reconhecido como um dos mais atuantes e talentosos violonistas da atualidade. Radicado nos Estados Unidos há mais de 30 anos, Lubambo vem tocando com os maiores nomes do jazz internacional em apresentações por todo o planeta, músicos do calibre de Dianne Reeves, Michael Brecker, Yo-Yo Ma, Diana Krall, Herbie Mann, Wynton Marsalis, Kenny Barron e Paquito D’Rivera. 

Senise, que comemora 43 anos de carreira, é dono de uma das mais intensas produções fonográficas do cenário da música instrumental brasileira, com 28 CDs e 5 DVDs solos lançados. Tendo tocado com músicos como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Wagner Tiso e Luiz Eça, Senise se dedica há muitos anos à sua carreira solo, que inclui o duo com o pianista e compositor Gilson Peranzzetta, o grupo Cama de Gato e o Mauro Senise Quarteto. 

Edu Lobo dispensa apresentações. O compositor e cantor de 73 anos está mais afiado do que nunca, exibindo uma interpretação impecável de suas próprias composições. 

Confira o programa:

Morte de Zambi de Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri

Toada de Edu Lobo e Cacaso

Valsa brasileira de Edu Lobo e Chico Buarque

 Na ilha de Lia, no barco de Rosa de Edu Lobo e Chico Buarque

Valsa dos Clowns de Edu Lobo e Chico Buarque

Gingado dobrado de Edu Lobo e Cacaso

Cidade Nova de Edu Lobo e Ronaldo Bastos

Dos navegantes de Edu Lobo e Paulo César Pinheiro

Considerando de Edu Lobo e Capinan

O Circo Místico de Edu Lobo e Chico Buarque

Noturna de Edu Lobo

Angú de caroço de Edu Lobo e Cacaso

História de Lily Braun de Edu Lobo e Chico Buarque

Zanzibar de Edu Lobo

Beatriz de Edu Lobo e Chico Buarque

Pra dizer adeus de Edu Lobo e Torquato Neto

Serviço Show: Edu Lobo, Romero Lubambo e Mauro Senise – Lançamento do CD Dos Navegantes. Participações: Cristovão Bastos (piano), Bruno Aguilar (contrabaixo) e Mingo Araújo (percussão). Sala Cecília Meireles. Rua da Lapa 47, Lapa, RJ. Sábado dia 13 de maio, a partir das 20 horas. Ingressos na bilheteria da Sala: R$40 (R$ 20 para estudantes e idosos, R$ 2 para estudantes de música que apresentem a carteirinha). Tel: (21) 2332-9223 / 2332-9224.


terça-feira, 9 de maio de 2017

Grátis: Exposição de moda “Ser Real – Flores no nosso Jardim” homenageia mães e noivas, em Cabo Frio (Até 13/05)



Cabo Frio, RJ. Maio é mês das mães, mês das noivas, e para homenagear as mulheres, no espaço de eventos do Cereall Gourmet acontece a belíssima exposição de 08 a 13, das 9 às 19h, “Ser Real – Flores no nosso Jardim”, com entrada franca. A mostra retrata o universo poético e singular da artista Janaína Flor, e convida o visitante a refletir sobre seu propósito de vida e originalidade. “Viva a vida intensamente, e não se esqueça de olhar para o céu”.

Além de estilista, a expositora Janaína também é bailarina, é artista, é desportista, é empresária, é designer de moda, e diretora de criação e estilo da marca Jana Flor. A exposição destaca a moda como ferramenta de bem-estar e o processo de transformação de muitas mulheres. A marca Jana Flor foi fundada a partir do desejo de criar. O Ateliê proporciona exclusividade e personalização, e alia técnicas milenares à alta tecnologia.

Assista a entrevista de Janaína Flor sobre a exposição:


O espaço de eventos do Cereall fica à Rua José Bonifácio, 28, Centro, Cabo Frio, Rio de Janeiro.


De olho no Enem: redação se torna fundamental na aprovação



As inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) começaram nesta segunda-feira, dia 8, e vão até o dia 19 de maio, às 29h59. E, mais uma vez, a Redação é a disciplina que vem como um diferencial para quem deseja uma boa classificação e entrar na universidade dos sonhos. Em 2016 o tema foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Somente 77 alunos tiveram a nota máxima, ou seja, 1.000 pontos. Quase 292 mil redações foram anuladas ou zeradas por fuga ao tema, cópia do texto motivador, insuficiência ou não conter o tipo textual proposto, desconexões e ferir os Direitos Humanos. 


Como se preparar para uma boa redação no Enem?


O jornalista Alex Nascimento, professor de Redação do Canal do Enem, com mais de 20 anos de experiência docente, destaca que na hora de estudar o aluno deve estabelecer uma meta, conhecer as competências que são cobradas e entender como a prova funciona. “Primeiro, o estudante precisa perder o medo da redação. Já era a época de o aluno encarar a redação como um bicho-papão que se esconde no quarto, nos estojos, mochilas e mentes dos alunos. Chega dessa história! Feito isso, o aluno deve buscar conhecer as técnicas de produção, ter acompanhamento de um bom professor, seja presencial ou on-line, produzir em média uma redação por semana e se manter bem informado”, sugere.  

Confira uma aula de redação com o jornalista Alex Nascimento:


Dicas de quem chegou lá!


João Victor passou para Medicina e dá dicas para os novatos
João Victor, que garantiu a sua entrada no curso de Medicina da Universidade Federal de Sergipe (UFS) com 980 pontos na redação em 2016, conta como assegurou essa nota e dá dicas para quem irá fazer o Enem neste ano. “Determinação e vigor são primordiais. O aluno deve produzir pelo menos duas redações por semana, fazer um mapa mental dos temas e rascunhos bem feitos, para depois olhar, avaliar e saber onde pode incrementar ainda mais sobre aquilo que escreveu. E, claro, além de se manter sempre atualizado”. 

Quando questionando sobre o tempo, ele discorda de que a redação não possa ser produzida no período estipulado. “Ela é um grande desafio, mas não é impossível. Eu chegava a demorar 3 horas para produzir uma redação no início do ano, mas com a prática, realização de um curso on-line e consciência a gente consegue fazer um bom texto nos 45 minutos. O importante é ter foco!”.

Portanto, comece a se preparar agora para o Enem. Saia na frente dos seus concorrentes e, assim como o João Victor, lapide a cada dia seus conhecimentos, sua forma de escrever e tenha a certeza de que a sua colocação será a melhor possível!

O Enem acontece nos dias 5 e 12 de novembro. Este ano, a taxa de inscrição é de R$ 82 e pode ser paga até o dia 24 de maio. No ano passado houve um recorde de inscrições, que segundo o Ministério da Educação, chegou a 9.276.328 pessoas. Para 2017, o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), empresa que realiza a prova, espera a elevação destes números, com quase 10 milhões de inscritos.


Fotos: Divulgação.


segunda-feira, 8 de maio de 2017

SP: Fábio Jr se apresenta no Clube Esportivo da Penha e público escolhe set list nas redes sociais, nesta sexta (12/05)



Fábio Jr. se apresenta em São Paulo no Clube da Penha, nesta sexta, dia 12 de maio, com a turnê “O Que Importa é a Gente Ser Feliz” que é sucesso absoluto. O show é especial para o dia das mães e está presente pelas principais cidades do país. 

Um dos grandes destaques desta turnê é o cenário, que é revelado através da iluminação, contando com cortinas, colunas e elementos que valorizam a estética de forma simples e sofisticada, sem a utilização de recursos audiovisuais.

O conceito da proposta, criativa e versátil, permitirá que Fábio Jr. utilize a mesma cenografia em todos os shows, independente do tamanho, mantendo a dinâmica e beleza do espetáculo com a utilização da luz que permite um resultado visualmente impactante, tornando-se um atrativo a parte.

As novidades ficam por conta do momento especial acústico e da escolha do repertório, que contou com a participação do público na escolha do set list, por meio de uma enquete com uma lista de músicas que Fábio Jr. disponibilizou em suas redes sociais.

Fazem parte do repertório, grandes sucessos da carreira do artista, como “Só Você”, “O Que Que Há”, “Alma Gêmea” e “Caça e Caçador” que continuam dando todo o toque de romantismo ao novo show de Fábio Jr., além das canções que fazem parte do novo cd do cantor, “Tô Investindo Nessa História”, “Amem, Amor” e “Será Que Fui Claro?!”.

Com mais de 30 trabalhos em sua discografia, Fábio Jr., é um artista completo com talento reconhecido também como compositor, ator e apresentador.

A banda que o acompanha nesta maratona de shows é formada por Amador Longhini no teclado e direção musical, Álvaro Gonçalves na guitarra e violão, Bruno Coppini no baixo, Gustavo Barros na guitarra, Pepa D¹Elia na bateria e Aldo Gouveia e Ellis Negress nos vocais.

“POR VOCÊ EU TENHO FEITO E FAÇO TUDO QUE EU PUDER. PRA QUE A VIDA SEJA MAIS ALEGRE DO QUE ERA ANTES”

Assista Fábio JR. cantando sucesso:  'Só você":





Serviço: Fábio Jr. “O Que Importa é a Gente Ser Feliz”. Casa Clube Esportivo da Penha. Rua Capitão João Cesário, 354 – SP. Sexta-feira, dia 12 de maio, a partir das 21h. O local possui área para fumantes e acesso deficientes. Classificação: 18 anos. Ingressos a venda no local ou no Whats: (11) 9.5550- 6578. Cartões de crédito e débito: Elo, Visa, Mastercard, Diners e American Express. Não aceitamos cheques. Contato: www.cepenha.com.br

Tabela de preço:



Grátis: Banda 'Bloody Mary & The Munsters' canta Rock Retrô no Bay Market, em Niterói, neste sábado (13/05)

Foto: Divulgação

A banda performática ‘Bloody Mary & The Munsters’ homenageia o Dia das Mães e se apresenta no Shopping Bay Market, em Niterói no sábado (13 de maio), a partir das 19h, com interpretações de músicas de rock das antigas. O evento é gratuito e será realizado na Praça de Alimentação.

Com um estilo Retrô, a banda promete agitar o público de Niterói com um espetáculo, que revive o Rock and Roll, além de trazer os grandes hits da atualidade com versões vintage, que lembrarão o bom e velho toca discos.

Com um repertório que passa por canções como "My Babe" (Willie Dixon) sucesso na voz de Little Walter e "Tough Lover", de Etta James, a banda é composta por Bloody Mary (vocais), Snake (guitarra), Marcus Zombie (baixo), Animal Fran (tambores) e Crocodile Louis (trompete). A proposta do show é resgatar inesquecíveis momentos de sucessos do passado, colocando o público para cantar, dançar e se emocionar.

Confira a banda cantando "Tough Lover", de Etta James



Serviço: Show da banda ‘Bloody Mary & The Munsters’. Shopping Bay Market. Av. Visconde do Rio Branco, 360, Centro, Niterói/RJ. Praça de alimentação, 3º piso. Sábado, dia 13 de maio, às 19h. Entrada franca. Informações: (21) 2620-2330.


sábado, 6 de maio de 2017

RJ: Estreia do Café Cultural Piazza Navona foi um sucesso, em São Pedro


No dia 03 de maio aconteceu uma festa recheada de músicas, poesias, artes plásticas, leituras dramatizadas e lançamento de livro.  Uma verdadeira troca de saberes acompanhada por um bom café gourmet Santa Mônica, na Cafeteria Piazza Navona (na Loja Havan). Foi surpreendente, em plena quarta-feira à noite quase 400 pessoas circularam no evento que homenageou os 400 Anos de São Pedro. A estreia do Café Cultural foi um sucesso e o projeto veio para ficar.

Participaram desta primeira edição, a escritora Sandra de Badu, Rodrigo Poeta, a atriz Claudia Mury e os músicos Sarah Dhy e Júnior Carriço. As telas dos artistas plásticos Flávio Rangel, Elisete de Carvalho, Lourdes Gomes, Di Angelo, Cassia Fouraux e Carlos Alberto Fouraux deram um toque de beleza e sofisticação. Destaque especial, a presença marcante de diversos representantes da imprensa. O público aprovou o evento e interagiu com entusiasmo nas apresentações artísticas. 

Um excelente momento para valorizar os artistas da nossa Região dos Lagos, o Café Cultural foi marcado principalmente por muitos encontros e reencontros. Se você é artista, a casa abre espaço para apresentações e exposições, mais detalhes pelo telefone (22) 97402-7400.  A Cafeteria Piazza Navona fica em Cabo Frio (no Shopping Park Lagos) e em São Pedro da Aldeia (na Loja Havan). 

Fotos: Divulgação.


sexta-feira, 5 de maio de 2017

Niterói: Gabriel Novotny canta o sertanejo universitário no Devassa, em Icaraí, nesta sexta-feira (05/03)


Sexta-feira é dia do melhor do Sertanejo Universitário no Devassa, em Icaraí. No dia 05 de maio, às 19h, festa sertaneja será com o cantor Gabriel Novotny. Nessas ocasiões os amantes do sertanejo terão a oportunidade de se deliciar com todas as vertentes do sertanejo, que fazem eco na alma deste talentoso intérprete. Sem esquecer, claro, de suas referências musicais que vão do MPB ao Rock. Seus fãs ainda terão o prazer de ouvir algumas de suas musicas autorais, como Almas Mascaradas e Ao Meu Lado Você.

Ao decidir carregar a bandeira da música sertaneja o cantor Gabriel Novotny inovou e modificou a cena musical carioca. Participar de seus shows é dividir com ele as emoções que transbordam nas letras em cada canção. É viajar, embalado por uma das mais belas jovens vozes sertanejas. Sem esquecer, é claro, de todo agito e vibração que as melhores músicas do cenário musical sertanejo traz.

O Devassa fica na Rua João Pessoa, 209 – Jardim Icaraí. Reservas: (21) 2611-1887 / 98219-5151 (whatsapp) – Dose dupla de Chopp loira das 19h às 21h. Couvert R$10.

Conheça o trabalho de Gabriel Novotny: www.facebook.com/gabrielnovotnyoficial

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Niterói: Cantora Débora Queiroz é convidada do Projeto SerTrio no Barkana, nesta quinta (04/05)


Nesta quinta-feira (04/05), às 20h, a cantora Débora Queiroz será um dos destaques do Projeto SerTrio, no Barkana, em Icaraí. O evento é comandado pelo cantor e compositor Gabriel Novotny e conta com a participação do músico Dudu Fonseca. O show resgata toda a festa, intimidade e amor que existem nas letras e canções tupiniquins, passando pelo Sertanejo, Rock e outras vertentes da música brasileira.

Débora Queiroz nasceu com um enorme amor pela música e começou bem cedo seus estudos musicais. Em 2008, junto a Comunidade Divina Luz, gravou o DVD, e CD ao vivo, intitulado como Comunidade Divina Luz, onde reuniram cerca de 6 mil pessoas, no Canto do Rio. Em 2015 investe em um repertório eclético: POP, FUNK, MPB, Sertanejo universitário, e outras. No roteiro do show interpreta sucessos como À francesa, Boa sorte, Que sorte a nossa, Domingo de manhã, Hoje, Loka e 50 reais.

O Barkana fica na Rua Gavião Peixoto, 381, Icaraí. Telefone de contato: (21) 2714-6421. Entrada franca. O Barkana oferece dose dupla de caipirinha e caipivodka para as mulheres de 20h até às 22h30.

Conheça o trabalho de Débora Queiroz: www.facebook.com/vozdeboraqueiroz/

terça-feira, 2 de maio de 2017

SP: Violonista Paulo Martelli lança CD em homenagem ao compositor J.S. Bach, no auditório do MuBE (02/05)

Foto: Ana Braga
​O violonista Paulo Martelli lança seu primeiro CD pela GuitarCoop, nesta terça (02/05), às 21h, no Auditório do Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) em São Paulo. “Este CD é o resultado de 10 anos de pesquisa na adaptação, transcrição e arranjo das obras solistas de Johann Sebastian Bach. Em minhas versões, busco fundir o conhecimento das tendências atuais à paixão dos  intérpretes românticos, uma combinação difícil, porém, ideal para mim. Afinal,  Bach é o compositor que encontrou o equilíbrio perfeito entre a emoção e a razão, por isso, meu disco é integralmente dedicado a obra de J.S.Bach, executadas no violão de 11 cordas”, conta Martelli.

Paulo conta como o violão de 11 cordas entrou em sua vida no ano de 2004. "Foi um presente do luthier paulista Samuel Carvalho. Ao me presentear com dois violões de 11 cordas, Samuel me permitiu explorar o universo musical de J. S. Bach, mudando o curso de minha carreira como violonista e como amante do repertório barroco. Os instrumentos construídos por ele tornaram-se mais que ferramentas de trabalho. Me permitiram que eu encontrasse uma expressão artística própria e pavimentaram um caminho que percorri ao longo de uma década, o qual me levou, para meu grande contentamento, até a música de Bach”.

Sobre a GuitarCoop:  A GuitarCoop é uma plataforma digital para apreciadores de violão que oferece uma nova experiência musical em gravações de áudio e vídeo, em uma abordagem multimídia que reflete as tecnologias e os hábitos de escuta do século 21. Integram a GuitarCoop renomados violonistas como o Duo Siqueira Lima, Edson Lopes, Fabio Zanon, Jorge Caballero, Paul Galbraith, Paulo Martelli e Scott Tennant.

Repertório do Concerto do dia 02/05:

J.S BACH
Adágio BWV 974
Suíte BWV 1008
I. Prelude
II. Allemande
III. Courante
IV. Sarabande
V. Minuet I & II
VI. Gigue

Sonata BWV1001
I. Adagio
II. Fugue
III. Siciliana
IV. Presto

Serviço: Lançamento do CD ‘A Bach Recital - Paulo Martelli'. Auditório do MuBE. Av. Europa, 218 – SP. Terça, dia 02/05, a partir das 21h. Inteira R$ 70 / Meia R$ 35. Clique aqui para adquirir seu ingresso.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Grátis: Café Cultural homenageia 400 Anos de São Pedro da Aldeia (03/05)

A estreia do projeto contará com lançamento de livro, exposição de artes plásticas, poesia, boa música e ação social



Dia 03 de maio, quarta-feira, às 18 horas, acontece a primeira edição do “Café Cultural” na Cafeteria Piazza Navona (na Loja Havan). O evento homenageia os 400 anos da cidade de São Pedro da Aldeia (RJ) com um verdadeiro encontro de artes: literatura, música, poesia e artes plásticas.

Sandra Coelho vai lançar o livro “As Estórias que Badu não Contou”. Os artistas Flávio Rangel, Elisete de Carvalho, Lourdes Gomes, Di Angelo, Cassia Fouraux e Carlos Alberto Fouraux vão expor telas que expressam a beleza da cidade. Rodrigo Poeta vai declamar poemas que exaltam o município. A cantora e intérprete Sarah Dhy vai apresentar um repertório sofisticado, poético, que resgata o melhor da música brasileira. De destacar a participação especial do músico e cantor Júnior Carriço, que vai cantar o hino de São Pedro de Aldeia, de autoria do seu avô Victorino Carriço.

Toda a renda do livro de “Sandra de Badu” será destinada ao NEDVIDA – Núcleo de Assistência Social e Educação para a Vida Paulo de Tarso, que fica no Morro do Milagre. O “Café Cultural” foi idealizado pelos empresários Francisco Carlos e Juliana Pereira, com o intuito de oferecer um espaço para a propagação do conhecimento e disseminação da cultura. O projeto quer ser o ponto de encontro das mais diversas manifestações artísticas e fomentar ainda novos talentos. A idéia é realizar mensalmente uma verdadeira troca de saberes e promover encontros entre artistas, pesquisadores, intelectuais, estudiosos e apreciadores das mais diversas artes.

O projeto “Café Cultural” pretende refletir a inspiração artística tão presente na Região dos Lagos, assim como a famosa Praça Piazza Navona remete a efervescência cultural de Roma. Se você é artista, a casa abre espaço para apresentações e exposições, mais detalhes pelo telefone (22) 97402-7400.  A Cafeteria Piazza Navona fica em Cabo Frio (no Shopping Park Lagos) e em São Pedro da Aldeia (na Loja Havan).


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Luiz Fernando Guimarães faz sátira do seriado “Os Normais” com Fábio Porchat e fala sobre a sua saída da televisão (26/04)

Foto: Antonio Chahestian/Record TV
O ator Luiz Fernando Guimarães é o convidado especial do Programa do Porchat de hoje (26/04). Num bate papo descontraído, ele relembra histórias divertidas dos bastidores do seriado “Os Normais”. E, em um esquete do talk show, Porchat vira “Vani” e contracena com “Rui”, personagem de Guimarães. Porchat relembra a sua ida ao “Programa do Jô”, em 2002, quando ainda era estudante de Administração. Sentado na plateia, ele era muito fã de “Os Normais” e pediu para se apresentar no palco imitando Rui e Vani. Para a surpresa dele, seu desejo foi atendido por Jô.

Foto: Antonio Chahestian/Record TV
Na entrevista, Luiz desabafa: “As pessoas acham que, por ser muito exigente, sou chato”. E completa: “Sou um cara sério. Aprendi a fazer humor. Acima de tudo, eu sou um ator... Não sei contar piada.”

Sobre sua saída da TV Globo, o ator abre o jogo: “Comecei a fazer novela e depois programas de temporada, sempre ia e voltava. Eu sempre levei para a Globo projetos meus. ‘Perguntei: ‘Vocês têm algum projeto pra mim?’ Rompi meu contrato ano passado. Não queria um compromisso, vínculo. A Globo não tinha um projeto para mim. Mas minha vida é muito boa. Tenho muitas coisas para fazer no meu sítio.”

Questionado por Porchat sobre os limites do humor, o convidado revela: “Quando ele é constrangedor, não é humor. Humor não é politicamente correto, ele é do contra, ironiza. É uma visão engraçada de uma vida séria.

O Programa do Porchat é exibido de segunda a quinta-feira na Record TV, à 00h15, com direção de Diego Pignataro e produção da Eyeworks.  Classificação: Programa não recomendado para menores de 12 anos.

sábado, 22 de abril de 2017

Livro mostra como nasce a poesia

Publicado pela editora Penalux, a obra pretende mostrar a origem desse gênero literário, ou seja, onde realmente nascem os poemas. Para o autor, o livro tem o intuito de apresentar o brotar da poesia e as nascentes do fazer poético.

Segundo o escritor Tarcísio Bregalda, autor do prefácio, os poemas de Severino parecem de nascimento fácil, como se fossem água brotando daquela mina d’água da infância. Ao mesmo tempo são textos pensados, escritos e reescritos, o que permite a sensação de que eles podem emergir e varar os séculos.

 Para os editores Tonho França e Wilson Gorj, o autor de “Nascentes” é um dos maiores nomes atuais quando se trata de pedagogia infantil no Brasil, além de ser um dos melhores poetas brasileiros vivos. “Sua obra é bastante valorizada pelos cultos de educação e poesia”.

Sobre o autor: Graduado em Letras, Mestre e Doutor em Educação pela UNICAMP, Severino trabalha há mais de quarenta anos com o ensino de Redação, Leitura, Filosofia e formação de professor. Ministra palestras por todo o Brasil e é escritor de diversos livros. Atualmente é professor doutor do Mestrado em Educação do UNISAL, São Paulo.





quinta-feira, 20 de abril de 2017

Grátis: Shopping Bay Market promove show com a cantora Belliza Luar (22/04)

Neste sábado, 22 de abril, o Shopping Bay Market apresenta happy hour com a cantora Belliza Luar, a partir das 19h. O show traz estilos musicais diversoscomo samba, bossa nova, baião, pop, jazz, choro, entre outros.

Belliza Luar é cantora e compositora brasileira. Nascida em Niterói, começou a cantar por volta dos quatro anos de idade, em casa, onde o ambiente sempre foi acompanhado de muita música. Participou de corais na escola e estudou piano e violão no Conservatório de Música de Niterói.

Aos 15 anos, nasceram suas primeiras composições e, então, decidiu encarar a música como carreira profissional. Aos 17, começou a tocar em bares de Niterói e do Rio de Janeiro, além de participar de festivais. Atualmente, aos 22 anos, estuda Bacharelado em Arranjo de Música Popular Brasileira, na Unirio.

Serviço: Happy hour com a cantora Belliza Luar. Shopping Bay Market. Av. Visconde do Rio Branco, 360 – Centro Niterói/RJ. Praça de alimentação, 3º piso. Sábado, dia 22/04, a partir das 19h. Tel: (21) 2620-2330. Entrada franca.

Foto: Divulgação

RJ: Devassa apresenta o cantor Gabriel Novotny em Icaraí, nesta sexta (21/04)

As noites de sexta-feira no Bar Devassa de Icaraí nunca mais serão as mesmas! No dia 21 de abril, às 19h, terá início a festa sertaneja do cantor Gabriel Novotny. E, para abrilhantar a festa, a cantora de MPB Débora Queiroz fará uma apresentação mais que especial.

Nessas ocasiões os amantes do sertanejo terão a oportunidade de se deliciar com as pegadas da balada country, do universitário, dos modões, do arroxa e todas as vertentes do sertanejo, que fazem eco na alma deste talentoso intérprete. Sem esquecer, claro, de suas referências musicais que vão do MPB ao Rock. Seus fãs ainda terão o prazer de ouvir algumas de suas musicas autorais, como Almas Mascaradas e Ao Meu Lado Você.

Ao decidir carregar a bandeira da música sertaneja o cantor Gabriel Novotny inovou e modificou a cena musical carioca. Participar de seus shows é dividir com ele as emoções que transbordam nas letras em cada canção. É viajar, embalado por uma das mais belas jovens vozes sertanejas. Sem esquecer, é claro, de todo agito e vibração que as melhores músicas do cenário musical sertanejo traz.

O Devassa fica na Rua João Pessoa, 209 – Jardim Icaraí. Reservas: (21) 2611-1887 / 98219-5151 (whatsapp) – Dose dupla de Chopp loira das 19h às 21h. Couvert R$10.

Conheça o trabalho de Gabriel Novotny: www.facebook.com/gabrielnovotnyoficial

Foto: Gaia Comunicação


segunda-feira, 17 de abril de 2017

TV: Simony fala da fase fitness, da relação com os filhos e dos planos de aumentar a família no Face a Face (18/04)

Atração é exibida pelo Bandnews e comandada por Adriane Galisteu



Sempre lembrada por seu sucesso na Turma do Balão Mágico, que nos anos 80 vendeu 10 milhões de discos, a cantora Simony falou, durante entrevista à Adriane Galisteu, no programa Face a Face desta terça (18/4), sobre o sucesso da infância, a paixão pelos filhos e o novo momento fitness. O programa vai ao ar às 22h pela Bandnews TV.

Desde muito cedo lidando com o sucesso, ela nunca teve medo de dizer o que pensa: “Vivemos em um mundo hipócrita e por serem famosas as pessoas não falam exatamente o que pensam ou sentem. Eu não sou perfeita”, enfatizou. Madura, ela reconheceu que cometeu vários erros como o casamento com o rapper Afro-X. “Hoje, eu não falo com ele”.

Sempre fui muito carente e só conheci o amor verdadeiro e incondicional com os meus filhos”, afirmou Simony, mãe de Ryan, Aysha, Pyetra e Anthony. “Sempre os aconselho para que não comentam os mesmos equívocos que eu, mas eles crescem e fazem as próprias escolhas”, disse

Casada, desde 2013, com o engenheiro Patrick Silva, pai de Anthony, a cantora entrou numa fase fitness, incentivada pelo marido, e desde então sua rotina passou a incluir exercícios frequentes e alimentação balanceada. Além de manter a vida saudável, os dois ainda planejam aumentar a família. “Quando o Anthony crescer, queremos adotar uma criança”.

Ao lembrar da época áurea em que apresentava a Turma do Balão Mágico, ela contou que encarava tudo como diversão. “A maior alegria era o palco, os hotéis, as piscinas, gente diferente. Era uma festa e eu estava sempre acompanhada com alguém da minha família”, lembrou.

O Face a Face é exibido às terças-feiras, às 22h, com reprises aos sábados, às 22h30, e na madrugada de domingo para segunda, às 3h30, na Bandnews TV, canais 77 da NET, 51 da Vivo TV e 107 da Sky.

Fotos: Divulgação

quinta-feira, 13 de abril de 2017

RJ: "Traga-me a cabeça de Lima Barreto" celebra 135 anos do grande autor literário no Sesc Copacabana (De 14/04 até 07/05)

Foto: Valmyr Ferreira

A CIA DOS COMUNS estreia em 14 de abril seu mais novo projeto artístico-investigativo-formativo: o monólogo teatral “Traga-me a cabeça de Lima Barreto”. O espetáculo, interpretado pelo ator Hilton Cobra, com direção de Fernanda Júlia (do NATA - Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas) e dramaturgia de Luiz Marfuz, propõe uma imersão na contribuição da obra do provocativo escritor, celebrando os 135 anos de seu nascimento, os 15 anos da Cia dos Comuns e os 40 anos de carreira artística de seu diretor Hilton Cobra.

Foto: Valmyr Ferreira
O texto, fictício, parte logo após a morte de Lima Barreto, quando os eugenistas exigem a exumação do seu cadáver para uma autópsia e para esclarecer “como um cérebro inferior poderia ter produzido tantas obras literárias - romances, crônicas, contos, ensaios e outros alfarrábios - se o privilégio da arte nobre e da boa escrita é das raças superiores?”. A partir desse embate a peça mostrará as várias facetas da personalidade e da genialidade de Lima Barreto, sua vida, família, a loucura, o alcoolismo, sua convivência com a pobreza, sua obra não reconhecida, racismo, suas lembranças e tristezas.

Hilton Cobra, que criou a Cia dos Comuns em 2001, fala da motivação para encenar  a peça:  “É uma felicidade discutir eugenia e racismo a partir de Lima Barreto. O eixo da nossa dramaturgia é quando Lima Barreto morre e os eugenistas pedem que exumem seu cadáver para fazer uma autopsia e tentar descobrir como um cérebro de raça inferior (ou seja, negro) poderia ter produzido tantas obras literárias, se o privilégio da arte e da boa escrita é das raças superiores? Também é um reconhecimento à Lima – um autor tão pisoteado e injustiçado, que abriu na literatura brasileira “a sua pátria estética” os pisoteados, loucos, os privados de liberdade. Acredito que Lima Barreto deve ter sido, se não o primeiro, um dos primeiros autores brasileiros que colocaram esse “submundo” em qualidade e com importância dentro de uma obra literária”.

Responsável pela direção do espetáculo Fernanda Julia, que é diretora e produtora do NATA  de Alagoinhas, conta como o trabalho que vem realizando contribuiu no processo de direção de Traga-me a cabeça de Lima Barreto: “O diálogo crítico e politizado sobre negritude é um disparador potente do fazer cênico do NATA. Esses elementos foram fundamentais para que eu percebesse quais caminhos trilhar na construção do espetáculo. Sou uma provocadora e problematizadora por natureza, e acho que a encenação deve seguir este caminho – provocar a reflexão e problematizar o que está posto. São dois caminhos que sigo e que fundamentam minhas escolhas poéticas e estéticas. Sou uma encenadora negra e afirmativa, desejo sempre colocar em cena a beleza, a grandiosidade e as vitórias do meu povo.” Explica Fernanda.

O projeto de montagem teatral de Traga-me a cabeça de Lima Barreto, que foi contemplado com o PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ/2015, realizará também uma oficina para atores, a “Cemitério dos vivos - Uma investigação sobre a loucura” ministrada por Fernanda Julia, Hilton Cobra e Duda Fonseca e a palestra “Duas ou três coisas que sei sobre Lima Barreto”, com a participação de Conceição Evaristo e Beatriz Resende.

Serviço: Traga-me a cabeça de Lima Barreto. Sala Multiuso do Sesc Copacabana. Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana/ RJ. De 14/4 a 07/05. Sexta a domingo. Sex e sab: 19h. Domingo: 18h. R$ 25 e R$ 12 estudantes e idosos. R$6 associados Sesc. Bilheteria - Horário de funcionamento: Segundas de 8h às 17h | Terça a sexta de 8h às 21h. Sábado de 13h às 21h |Domingos de 13h às 20h. Classificação etária: 14 anos | Duração: 60 minutos.

OFICINAS:  CEMITÉRIO DOS VIVOS - UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A LOUCURA
Data - 17 de abril. Horário: de 10h às 14h
Ministrada por Fernanda Julia, Hilton Cobra e Duda Fonseca, abordará a “loucura” e suas reverberações na construção da montagem do espetáculo ‘Traga-me a cabeça de Lima Barreto’ e do trabalho de ator do próprio Hilton Cobra. Tendo a loucura como universo principal a ser trabalhado é necessário tornar o corpo disponível, doado. Utilizará a capoeira buscando atingir um corpo em estado de alerta, prontidão para que o ator possa fazer fluir sua imaginação, experimentar-se vocal e corporalmente. Por possuir a loucura como disparador cênico, esta oficina visa trabalhar conteúdos teatrais como prontidão, imaginação, pré-expressividade, expressão vocal e corporal, improvisação e análise discursiva. Deste modo pretende-se oportunizar aos atores e as atrizes que dela participarem um enriquecimento e uma reflexão profundos sobre o fazer do ator e suas implicações éticas, políticas e filosóficas.  Professores/aula: Fernanda Julia - Diretora teatral, Hilton Cobra - Ator e diretor teatral e Duda Fonseca - Professor de capoeira

PALESTRAS: DUAS OU TRÊS COISAS QUE SEI SOBRE LIMA BARRETO
Data: 27 de abril. Horário: 19h às 21h30
Trata-se de um evento cênico-literário queenglobará uma mesa de debates e um recitalsobre a vida e obra do escritor Lima Barreto, propondo uma reflexão teórica e artística e ao mesmo tempo, provocando um entendimento global de sua literatura e de seu discurso político e filosófico. Palestrantes: Conceição Evaristo, Escritora e Ensaísta e Beatriz Rezende, Escritora e especialista em Lima Barreto

Grátis: Shopping Pátio Alcântara oferece apresentação de teatro e oficinas temáticas na Páscoa (14 e 15/04)

Divulgação
Para  festejar a  Páscoa, nos  dias  14 e 15  de abril, o  Shopping Pátio Alcântara  preparou  para a criançada de São Gonçalo/RJ uma programação  animada e divertida.  O roteiro  contará com  oficinas, passeio com o coelhinho da Páscoa e teatrinho. Todas as atrações são gratuitas e serão realizadas no mall e na Praça de Alimentação.

Abrindo as atrações, na sexta, dia 14, das 11h às 14h, o ‘Sr. Coelho’ receberá os clientes que estiverem passando pelo mall, levando muita alegria e posando para fotos. No dia 15, sábado, das 13h às 15h, haverá a ‘Fábrica de Coelhos’, uma oficina de confecção de orelhinhas e pintura facial temática, para os pequenos já entrarem no clima da Páscoa.

E para finalizar, ainda no sábado, dia 15, a partir das 15h, a programação do Teatrinho no Pátio apresenta a peça infantil ‘A Páscoa da Patrulha’.  O espetáculo é inspirado em uma série de ação e aventura, estrelada por filhotes heroicos, liderados por um menino. O grupo conta com habilidades para resolver qualquer tipo de problema, sempre com muito bom humor, em missões arriscadas de resgate para proteger a comunidade. Nesta edição de Páscoa, os cachorrinhos terão a ajuda de mais um integrante no palco: o coelhinho!

Serviço: Shopping Pátio Alcântara promove programação especial de Páscoa. Sexta e sábado dias 14 e 15 de abril. Praça de Alimentação. Entrada gratuita.

Passeio com o ‘Sr Coelho’
Data: 14 de abril (sexta)
Horário: 11 às 14h
Entrada: Gratuita

Fábrica de Coelhos
Data: 15 de abril (sábado)
Horário: 13 às 15h
Entrada: Gratuita

Peça infantil ‘A Páscoa da Patrulha’
Data: 15 de abril (sábado)
Horário: 15h
Entrada: Gratuita

O Shopping Pátio Alcântara fica na Praça Carlos Gianelli, s/nº, Alcântara – São Gonçalo/RJ. Tel. (21) 3856-4086.

RJ: Região dos Lagos comemora o Dia Internacional do Café (14/04)

Segundo estimativas da OIC o mundo consome cerca de 152 milhões de sacas de café por ano



Você aceita um cafezinho? Nada melhor que uma boa xícara fumegante do líquido precioso para celebrar o Dia Internacional do Café, que é comemorado no dia 14 de abril. São mais de 25 tipos de café, sendo os mais populares a Robusta (com teor de cafeína mais elevado) e a Arábica (sabor mais suave e quantidade menor de cafeína). De sabor e aroma inconfundíveis, o café é sinônimo de acolhimento, quebra barreiras e combina muito bem com qualquer situação.

Segundo a Organização Internacional do Café (OIC), o mundo consome cerca de 152 milhões de sacas de café por ano. Uma bebida estimulante, com propriedades especiais, que entre outros benefícios, aumenta o nível da nossa memória e da nossa concentração. Você ainda precisa de mais razões para tomar um café? A Cafeteria Piazza Navona, na Região dos Lagos, celebra todos os dias essa bebida que dá prazer, une pessoas e proporciona energia.

Não é preciso necessariamente entender dos tipos de grãos e torras, degustar café é uma pausa “quase musical”, é dar um intervalo para a rotina, é relembrar histórias e viver emoções. Do grão à xícara, café é arte. Para o empresário Francisco Carlos Maurício, oferecer um bom café passa pela qualidade dos grãos e dos serviços, “por isso trabalhamos com o Café Gourmet Santa Mônica, 100% arábica. Um expresso com baixa acidez e baixo amargor, com doçura natural e after-taste maravilhoso”.

O nome da Cafeteria remete ao glamour e a efervescência cultural de uma das mais famosas praças de Roma, a Piazza Navona. Por isso, o local pretende se tornar em breve, um ponto de encontro e de performances artísticas. Se você é artista, a casa abre espaço para apresentações e exposições, mais detalhes pelo telefone (22) 97402-7400. E aí, vai um cafezinho hoje?  

A Cafeteria Piazza Navona fica em Cabo Frio (no Shopping Park Lagos) e em São Pedro da Aldeia (na Loja Havan).

Fotos: Divulgação.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

SP: Corrupião lança o EP Rumos, com repertório autoral, nesta sexta (14/04)


Divulgação

RUMOS é o nome do 1º EP autoral do Corrupião.  Após uma extensa jornada em estúdio a banda abre sua temporada de shows para o pré-lançamento do EP RUMOS que acontecerá nesta sexta-feira, dia 14 de abril, no Brazileria, às 21h.

"O nome foi escolhido por sinalizar uma mudança de rumo na trajetória musical do Corrupião que deixa de ser uma banda de releituras de grandes títulos da música brasileira para assumir uma identidade própria", explica a vocalista Lilah Kuhn.

O grupo traz ao público uma proposta de Música Plural Brasileira, isto é, propõe uma viagem musical pelos mais diversos gêneros e ritmos brasileiros. Lilah conta ainda que "as composições revelam uma intimidade com o universo da improvisação expressando total liberdade rítmica e melódica na condução dos seus arranjos e são assinadas pelos integrantes da banda além de outros parceiros".

O repertório de RUMOS é composto por:

1. Teus Climas (Leandro Dantas e Adriano Matos)
2. Terra Gentil (Leandro Dantas e Nicholas Saliby)
3. O sonho de cada dia (Leandro Dantas e Lilah Kuhn)
4. Gracias (Rafael Amoroso e Vitor Cremasco)
5. Um Par Ímpar (Leandro Dantas e Adriano Matos)

A banda traz em sua formação, desde 2010, a cantora Lilah Kuhn, o guitarrista Adriano Matos, o contrabaixista Jorginho da Silva e o baterista Ruiz Mattos.

Confira a música Água de beber (Tom Jobim e Vinícius de Moraes):




Confirme sua presença no evento: www.facebook.com/events/1796432774008957/

Serviço: Corrupião. Lançamento do EP Rumos. Brazileria. Rua Clélia, 285 - Lapa - São Paulo. Sexta, dia 14 de abril, a partir das 21h. Couvert Artístico - sob consulta. Contatos: 11 2628-4211 ou contato@brazileria.com.br.


segunda-feira, 3 de abril de 2017

TV: Luciana Mello fala sobre a produção de seu novo disco e dos desafios da maternidade no Face a Face (04/04)

Programa é exibido pelo Bandnews e comandado por Adriane Galisteu


Divulgação

A cantora Luciana Mello, que conquistou o público com sucessos como “Hoje eu só quero que o dia termine bem”, é a entrevistada de Adriane Galisteu, no programa Face a Face desta terça-feira (04/04),  às 22h, pelo Bandnews TV.

Ela falou sobre seu sétimo disco Estrela Sorridente, produzido em homenagem ao pai Jair Rodrigues, falecido em 2014. “Sempre quis fazer algo para ele. Era um projeto nosso. Uma pena que ele não teve tempo de ver. São nove sambas”, revelou.

Divulgação
Luciana contou com financiamento coletivo para finalizar o trabalho e afirmou que o mercado está difícil. “Já me disseram que o meu disco estava perdido. Mas, eu não desisti. Hoje, não basta a música na rádio”, analisou. Apesar disso, ela destacou que “continua apostando na própria verdade, coração e qualidade na hora de cantar e escolher repertório”.

Mãe de Nina (8) e Tony (2), Luciana também falou sobre maternidade. “Ser mãe é um desafio. Sou daquelas bravas, que dá castigo e os incentiva a encontrar seus próprios argumentos. No fundo, tudo o que a gente pensa é no futuro e na felicidade deles”, disse. Por outro lado, revelou seu lado coruja. “Sempre que posso estou com eles. Levo para as turnês e a Nina deve acabar seguindo meus passos. Até já a convidei para cantar comigo”, finalizou.

O talk show Face a Face é exibido às terças-feiras, às 22h, com reprises aos sábados, às 22h30, e na madrugada de domingo para segunda, às 3h30, na Bandnews TV, canais 77 da NET, 51 da Vivo TV e 107 da Sky.


quinta-feira, 30 de março de 2017

Cantora gaúcha Lizza Dias volta ao Parque das Ruínas com homenagem a Elis Regina, em Santa Teresa, nesta sexta (31/03)

Mike Will/Divulgação

Se estivesse viva Elis Regina completaria 72 anos nesse mês de março. E para celebrar a data, a cantora gaúcha Lizza Dias fará mais uma apresentação do seu show tributo a Elis Regina, uma cantora que ainda é um dos principais ícones da MPB e sempre será lembrada como uma interprete de qualidade e personalidade e que influencia muitos artistas até hoje.

A artista sobe ao palco no dia 31/03 para homenagear e celebrar a vida e obra da pimentinha. O show começa as 19h no teatro do Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas com ingressos que custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e tem participação especial da cantora Sil Hendges.

Lizza Dias apresenta grandes sucessos e algumas interpretações pouco conhecidas de Elis como Onze Fitas (Fátima Guedes) e Los Hermanos (Atahualpa Yupanqui).

Duas vozes, uma só paixão: a música


Mike Will/Divulgação
Diversas coincidências unem as histórias de Elis Regina e Lizza dias. Ambas as cantoras, gaúchas, nascidas em Porto Alegre. Lizza tinha apenas 7 anos quando a pimentinha foi cantar nas estrelas e sempre encontrou inspiração para aprender a cantar na voz de Elis.

A mãe de Lizza Dias foi colega de infância de Elis Regina e lembra com carinho das brincadeiras vividas nas praças do Bairro IAPI e relata a admiração em ouvir a voz da colega nas rádios de Porto Alegre, pouco tempo depois de Elis ter trocado o Sul pelo Rio de Janeiro.

Lizza cresceu ouvindo Elis e nela se inspirou quando aos 16 anos escolheu o canto como profissão, sempre interpretando as canções da Elis. Já no Rio de Janeiro Lizza Dias produziu pela primeira vez um show em homenagem a Elis Regina, apresentado Boemia na Lapa.

Lizza se destaca pela forte voz e timbre marcante, como a de Elis, e traz para o show toda a emoção, alegria e personalidade do furação Elis Regina.

Assista Lizza cantando O bêbado e o equilibrista de João Bosco e Aldir Blanc




Confirme sua presença no evento: www.facebook.com/events/766139150218735/

Serviço: Lizza canta Elis. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169 - Santa Teresa/RJ. Sexta dia 31/03 as 19h. R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Pagamento somente em dinheiro. Retirada dos ingressos com uma hora de antecedência. Livre. Informações: 21 2215-0621 ou 21 2224-3922.